Flinpo
Utilizador: Palavra-passe:
Ainda não se registou? Registe-se
Esqueceu-se da palavra-passe? Recupere-a
Login
Desafio do mês Desafio do mês

Tema #048
Animais

O homem não está incluído: gatos, cães, tigres, mamutes, dragão-de-komodo, peixes das profundezas, sardinhas, insectos, ornitorrincos, minhocas, ... Qualquer animal, mas não homem.
De notar que o tema é "Animais" e não somente "Animal".

Para participar no desafio, tem que estar registado e autenticado.

Número de participantes: 11

Desafio da semana Desafio da semana

Tema #446
Hora dourada

Fotografias tiradas naquela hora de luz especial, a chamada hora dourada.

Para participar no desafio, tem que estar registado e autenticado.

016:Golden
por joanna

015:Revoada
por Breno Fortuna

014:Secam-se as penas
por Manu

013:Fugindo de mim
por remus

012:sunset photographers
por jope

011:Hora do Angelus
por J Adilson

010:Estrela que nos guia
por Ana Simões

009:Capela à hora dourada
por Santa Clara

008:Ponte e rio
por amelia

007:Serenidade
por anabatista

006:Dad&Son
por liciniomatos

005:Ponte Dourada
por Suzana

004:Amazing Funchal
por paulonvalves

003:Portal
por Welerson Athaydes

002:Andaluzia
por Mario Teixeira Gomes

001:Estrela da Vida.
por Tugal

 

Próximo Desafio Próximos desafios

Quer saber qual será o tema dos próximos desafios?

Para o ficar a saber, tem que estar registado e autenticado.

 

Topo

Fotografia em Palavras: Rega Fotografia em Palavras: Rega

Publicado em 2019-04-01 por Flinpo   |   Fotografia em Palavras   |   5 Comentários

Em votação Votação Semanal

Tema #445
Flores

(Em votação até 2019-04-28)


Em Julho de 2011 estava no início de três anos de subsídio de desemprego.
Só no fim desse tempo pude recorrer ao “beneficio” de ser desempregado de longa duração para poder pedir a reforma antecipada.

Ainda andava desorientado, sem destino, descrente de tudo e de todos. Vagueava por aqui e por acolá.
Um dos locais onde invariavelmente “caía” era o parque da cidade.
Começava pelo lado nascente e descia até á praia, no poente.

Nesse dia comecei ao contrário. Cheguei à praia de Matosinhos antes das oito e trinta da manhã, entrei pelo parque quando começou este bailado.
Aproximei-me, molhei-me, afastei-me e assisti e fotografei de longe.
O espectáculo a que assisti, pela sua beleza, pela surpresa, deu-me alento para continuar, criar os meus próprios ritmos de vida e enfrentar o desafio de todos os dias arranjar alguma coisa para fazer.
Agora, já reformado, os dias sem nada para fazer já são raros.
Mário Teixeira Gomes

Dados Exif da imagem:
Abertura: f/8
Tempo de exposição: 1/250 seg.
Distância focal: 60mm
ISO: 100
Sem tripé
Sem flash 


 

Partilhe: Partilhe

Comentários Comentários   |   + Comentar

Pois eu desempreguei-me há mis de 19 anos e desde então não me sobra um minuto neste "emprego" sem vencimento.
Felicito-o por essa rega matinal.
Um abraço.

JOÃO MENÉRES | 2019-04-01 12:20:16

Mario Teixeira Gomes, a fotografia tem de facto um papel importante na vida de quem a faz por paixão. Eu costumo até dizer que a fotografia é o meu ansiolítico e ou antidepressivo... e na historia que o Mário conta, percebe-se como a fotografia não só foi importante numa fase de viragem na sua vida, como agora lhe ocupa o tempo, que bom não é? Assim partilha o seu olhar, este belo olhar que aqui se vê entre outros já partilhados.
Parabenizo-o mais uma vez por este olhar tão harmonioso.
Beijinho e parabéns.

Um aparte.. eu ainda não estou reformada, tenho de esperar muito para tal... e combato todos os dias para gerir a minha falta de tempo.. bom.. já percebi que ao contrário do que pensei, os amigos Mário e João Menéres, já me esclareceram que o tempo vai continuar sempre ocupado rss Ainda bem que assim é :-)

Uma boa semana a todos os membros do FLINPO

Ana Simões | 2019-04-02 12:09:33

"Prontos"!!!!
Acabei de perder a ansiedade de também chegar à reforma. Se quando chegar à reforma, os dias sem fazer nada vão ser raros, então qual é interesse? Para quê estar aqui a desejar que esses dias cheguem, se depois vai continuar tudo na mesma... ou até pior?
Nem sei para que ando a fazer os descontos para a reforma...
:-D

O bailado dos jactos de água criaram um grafismo visualmente bastante atractivo.

remus | 2019-04-05 17:31:51

Obrigado Ana Simões.
A reforma tem as suas vantagens só é preciso aproveitá-las.
Um dos meus filhos um dia perguntou o que faz a avó. Respondemos “nada”, agora é reformada. Ah, quando for grande também quero ser reformado.

Mario Teixeira Gomes | 2019-04-06 22:41:31

Olá Remus.
Obrigado pelo comentário. Isto da reforma é para não fazer nada se for essa a opção. Caso contrário, se quisermos disfarçar o “nada fazer” então temos que arranjar algo para entreter. PF não deixe de contribuir para a Segurança Social, são eles que me pagam.

Mario Teixeira Gomes | 2019-04-06 22:42:16

+ Comentar

Anterior | Início | Seguinte

Topo

Para todos aqueles que gostam de desafios fotográficos.
Flinpo 2010 - 2019 © Flinpo     Endereço de correio electrónico correio@flinpo.net